Eduardo Bolsonaro faz nova ameaça: 'uma hora as ordens do STF não serão cumpridas'

Em meio ao clima de tensionamento entre Jair Bolsonaro e o Supremo, Eduardo voltou a atacar a Corte: "ao que parece, não tem mais corda para você esticar"

www.brasil247.com - Eduardo Bolsonaro e Luís Ernesto Lacombe
Eduardo Bolsonaro e Luís Ernesto Lacombe (Foto: Divulgação/RedeTV!)


247 - Filho de Jair Bolsonaro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) voltou a ameaçar o Supremo Tribunal Federal (STF). Em entrevista ao jornalista bolsonarista Luís Ernesto Lacombe, na RedeTV!, o parlamentar afirmou que "vai chegar uma hora" em que as decisões do STF "não serão mais cumpridas".

"Prendem por fake news. Prendem por atos antidemocráticos. O que é um ato antidemocrático? Prendem por milícia virtual. Vai chegar uma hora em que essas ordens da mais alta Corte do judiciário nacional não vão ser cumpridas, infelizmente. Se continuar desse jeito...", declarou.

Eduardo também afirmou que "não tem mais corda para esticar", em referência à crise institucional entre o Poder Executivo e Judiciário. "Ele [Jair Bolsonaro] tenta sempre agir dentro das quatro linhas da Constituição. Mas, ao que parece, não tem mais corda para você esticar. Qual seria o próximo passo? Prender o presidente? Prender um dos filhos? A gente não tem medo de prisão. Agora, fazer isso, sem ter motivo?".

A bronca da família Bolsonaro com o STF e do próprio Eduardo não é novidade. Durante a campanha eleitoral de 2018, o deputado disse que bastaria mandar "um soldado e um cabo" para fechar o Supremo.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email