Em apoio a Carlos Bolsonaro, ex-secretário de Alckmin diz que "a ditadura é o melhor regime"

Ex-secretário de Comunicação do governo Geraldo Alckmin em São Paulo, o jornalista Carlos Graieb, que também atuou como editor executivo da revista Veja, apoiou o vereador Carlos Bolsonaro, que recentemente defendeu a ditadura como solução para implantar "medidas necessárias" rapidamente. “Quando se trata de fazer as coisas rápido, não existe regime melhor do que a ditadura. Elas são superiores à democracia na sua capacidade de implementar projetos, porque não precisam convencer ninguém, nem criar coalizões", disse

Carlos Graieb e Carlos Bolsonaro
Carlos Graieb e Carlos Bolsonaro (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - Ex-secretário de Comunicação do governo Geraldo Alckmin (PSDB) em São Paulo, o jornalista Carlos Graieb, que também atuou como editor executivo da revista Veja, saiu em defesa do vereador licenciado Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) em artigo publicado no portal R7, do grupo Record, em que diz que “para fazer as coisas rápido, a ditadura é o melhor regime”.

“Quando se trata de fazer as coisas rápido, não existe regime melhor do que a ditadura. Elas são superiores à democracia na sua capacidade de implementar projetos, porque não precisam convencer ninguém, nem criar coalizões. O chefe manda, obedece quem tem juízo. Com isso, as ditaduras podem conquistar bons resultados no campo do desenvolvimento econômico”, diz o jornalista, que atualmente se define como “Head Of Public Affairs and Advocacy” nas redes sociais, citando exemplos, “a começar pelo Brasil dos anos 1970”.

Para Graieb, em seu artigo no portal do grupo capitaneado por Edir Macedo, democracias “não primam pela eficiência”.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247