Em campanha antecipada, Doria sofre novo escracho

Em campanha presidencial antecipada e traindo o seu padrinho Geraldo Alckmin, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), foi novamente recebido com protesto no Nordeste; em Natal, onde está para receber título de cidadão natalense, o tucano foi recebido com gritos de "Fora, Doria" e "Doria entreguista, ladrão oportunista"; "Doria não! Tirar cobertor é desumano", dizia um dos cartazes em referência aos jatos de água fria com que a prefeitura acordou moradores de rua numa temperatura de 7º; além da ovada que levou em Salvador, Doria cancelou ida a Teresina, depois que a Câmara Municipal rejeitou homenagem ao tucano

Em campanha presidencial antecipada e traindo o seu padrinho Geraldo Alckmin, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), foi novamente recebido com protesto no Nordeste; em Natal, onde está para receber título de cidadão natalense, o tucano foi recebido com gritos de "Fora, Doria" e "Doria entreguista, ladrão oportunista"; "Doria não! Tirar cobertor é desumano", dizia um dos cartazes em referência aos jatos de água fria com que a prefeitura acordou moradores de rua numa temperatura de 7º; além da ovada que levou em Salvador, Doria cancelou ida a Teresina, depois que a Câmara Municipal rejeitou homenagem ao tucano
Em campanha presidencial antecipada e traindo o seu padrinho Geraldo Alckmin, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), foi novamente recebido com protesto no Nordeste; em Natal, onde está para receber título de cidadão natalense, o tucano foi recebido com gritos de "Fora, Doria" e "Doria entreguista, ladrão oportunista"; "Doria não! Tirar cobertor é desumano", dizia um dos cartazes em referência aos jatos de água fria com que a prefeitura acordou moradores de rua numa temperatura de 7º; além da ovada que levou em Salvador, Doria cancelou ida a Teresina, depois que a Câmara Municipal rejeitou homenagem ao tucano (Foto: Aquiles Lins)

247 - O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), que segue sua campanha presidencial antecipada pelo País, foi alvo de manifestação nesta quarta-feira, 16, em Natal, onde está para receber o título de cidadão natalense da Câmara Municipal. 

Sob gritos de "Fora, Doria" e "Doria entreguista, ladrão oportunista" e cartazes como "Dória não! Tirar cobertor é desumano", os manifestantes ocuparam parte do shopping Midway Mall, onde está localizado o Teatro Riachuelo, palco da entrega da homenagem.

"Não podemos permitir que a Câmara, que, teoricamente, representaria o povo, dê esse título a um homem que oprime a população de rua --que já é alguém que não tem nada, além da esperança da sobrevivência. Vamos unir forças para dizer que não, Doria, você nunca será cidadão natalense", defendeu, no protesto, o representante do movimento por moradia do Rio Grande do Norte, Vanílson Torres.

"Você não nos representa. O que você quer é a candidatura à Presidência", completou o ativista, lembrando dos episódios sobre as pessoas em situação de rua, em São Paulo, e da extinção, pela gestão Doria, do programa De Braços Abertos, da gestão Fernando Haddad (PT), voltado a dependentes de crack e substituído pelo programa Redenção.

Em seu périplo pelo nordeste, João Doria foi alvo de uma chuva de ovos de manifestantes em Salvador e cancelou sua ida a Teresina, depois que a Câmara Municipal rejeitou o projeto de título teresinense ao tucano (leia mais).

Ao vivo na TV 247 Youtube 247