Em mais um sinal de submissão, Bolsonaro vai à comemoração da independência dos EUA

Presidente Jair Bolsonaro, que já prestou continência à bandeira dos EUA, dará uma nova mostra de seu alinhamento à política externa norte-americana ao participar, nesta quarta-feira (3), de uma cerimônia alusiva aos 243 anos da independência do país, comemorada no dia 4 de julho; presença de um presidente brasileiro na celebração que acontecerá na embaixada dos EUA em Brasília é considerada “incomum”

Trump elogia Bolsonaro
Trump elogia Bolsonaro (Foto: Alan Santos / PR)

247 - O presidente Jair Bolsonaro dará uma nova mostra de seu alinhamento à política externa norte-americana ao participar, nesta quarta-feira (3), de uma cerimônia alusiva aos 243 anos da independência dos Estados Unidos, comemorada no dia 4 de julho. A presença de um presidente brasileiro na celebração que acontecerá na embaixada dos EUA em Brasília é considerada “incomum”. 

Com pouco mais de seis meses no cargo, Bolsonaro já se encontrou pessoalmente om o presidente dos EUA, Donald Trump, em duas ocasiões: em março, durante uma visita à Casa Branca, e há cerca de uma semana, durante a reunião de cúpula do G-20, realizada no Japão. 

Desde a campanha presidencial, quando prestou continência à bandeira norte-americana, Bolsonaro prega uma maior aproximação com os EUA. Em sua primeira visita ao país ele afirmou que “após décadas de presidentes antiamericanos” o Brasil tinha elegido um governo que gostava dos EUA. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247