Amigo e ex-assessor de Bolsonaro confirma rachadinha na família

Reportagem da revista Veja renova denúncias de estelionato e 'rachadinha' em gabinetes do clã Bolsonaro e acusa ex-mulher do capitão de coordenar esquema

www.brasil247.com - Jair Bolsonaro e Waldir Ferraz
Jair Bolsonaro e Waldir Ferraz (Foto: Reprodução)


247 - O aposentado da Marinha Mercante Waldir Ferraz, "1,88 metro, magérrimo e autointitulado o amigo 'Zero Zero' de Jair Bolsonaro", fez novas revelações sobre rachadinhas no clã encabeçado pelo chefe de governo. A reportagem é da Veja

Em encontros no Rio de Janeiro e em Brasília, Jacaré, como Ferraz é conhecido, declarou que houve rachadinha nos gabinetes de Jair, Flávio e Carlos Bolsonaro.

Quem "fazia" era Ana Cristina Valle, ex-mulher de Bolsonaro, mas quem "assinava" era o próprio Bolsonaro, segundo ele. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Ela (Ana Cristina Valle) fez nos três gabinetes. Em Brasília, aqui no Flávio e no Carlos. O Bolsonaro deixou tudo na mão dela para ela resolver. Ela fez a festa. Infelizmente é isso. Ela que fazia, mas quem é que assinava?", pergunta Jacaré.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Quem assinava era ele (Jair Bolsonaro). Ele vai dizer que não sabe? É batom na cueca. Como é que você vai explicar? Ele está administrando. Não tem muito o que fazer", prosseguiu. 

Na entrevista, Ferraz revelou certa intimidade com Bolsonaro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“O tempo todo ele me chama de 71 (em referência ao artigo que define o crime de estelionato), e eu respondo: ‘Eu não sou político, você é que é’.” 

Segundo Jacaré, a rachadinha se tornou prática nos gabinetes do clã Bolsonaro na década de 90, quando ele exercia mandato de deputado federal. Naquela época, Ana Cristina, então casada com um sargento, começou a se aproximar de Bolsonaro. Jacaré conta que ela foi se “infiltrando”.

Jacaré alega que quem já trabalhava com o ex-capitão antes da chegada de Ana Cristina, como ele, não participava do esquema.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nas "rachadinhas", transfere-se o dinheiro de assessores laranjas para a conta pessoal de um político.  

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email