Temendo vitória de Lula no primeiro turno, Bolsonaro ataca o Judiciário

"Sabemos que devemos botar um ponto final nesse abuso que existe por parte de outro Poder", disse Jair Bolsonaro durante um discurso em Minas Gerais

www.brasil247.com - Estátua da Justiça em frente ao prédio do Supremo Tribunal Federal em Brasília e Jair Bolsonaro
Estátua da Justiça em frente ao prédio do Supremo Tribunal Federal em Brasília e Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Ricardo Moraes | REUTERS/Adriano Machado)


247 - Estagnado nas pesquisas de intenção de voto, Jair Bolsonaro fez uma ameaça velada ao Supremo Tribunal Federal (STF) ao afirmar, nesta sexta-feira (23) ser preciso colocar um “ponto final” no que ele qualifica como “abuso” do Poder Judiciário. 

"O Brasil é um país livre. Vocês sabem que vocês estão tendo cada dia mais a sua liberdade ameaçada por outro poder, que não é o Poder Executivo. E nós sabemos que devemos botar um ponto final nesse abuso que existe por parte de outro Poder", disse o atual ocupante do Palácio do Planalto, durante um comício em  Divinópolis (MG), de acordo com a Folha de S. Paulo

Bolsonaro também utilizou o ato de campanha para questionar as pesquisas eleitorais que apontam que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera a disputa presidencial podendo até mesmo ser eleito no primeiro turno, que será realizado em nove dias. Para ele, os seus apoiadores são “maioria” no país. 

"Nós somos a maioria. Nós venceremos no primeiro turno. Não existe eleição sem povo nas ruas. A gente não vê nenhum dos outros candidatos fazer um comício sequer que se aproxime a 10% do povo que tem aqui", afirmou o mandatário, segundo o G1

A última pesquisa Datafolha, divulgada na quinta-feira (22),  mostra que Lula ampliou sua vantagem para 14 pontos sobre Bolsonaro, alcançando 47%  da preferência do eleitorado. Ainda conforme o levantamento,  Bolsonaro (PL) tem 33% das intenções de votos. Ciro Gomes (PDT), 7%; e Simone Tebet (MDB), 5%. 

Nos votos válidos, Lula saiu de 48% para 50%, o que indica uma chance de que ele seja eleito no primeiro turno. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

 

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email