Empresa de Malafaia quebra e ele culpa o PT

A Central Gospel, de propriedade do pastor evangélico Silas Malafaia, quebrou e entrou com um pedido de recuperação judicial no valor de quase R$ 16 milhões. Ele culpa o PT pela sua falência

(Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABR)

247 - A Central Gospel, de propriedade do pastor evangélico Silas Malafaia, quebrou e entrou com um pedido de recuperação judicial no valor de quase R$ 16 milhões.  Em declaração ao jornal Folha de S.Paulo, Malafaia informou que sobraram apenas 120 dos cerca de 300 funcionários que mantinha na folha de pagamento.   

O pastor, politicamente alinhado com a extrema-direita e com o governo de Jair Bolsonaro, culpa a crise financeira "causada pelo PT" pela situação da Central Gospel.   

A reportagem aponta que na petição enviada em 19 de junho à Vara Empresarial do Rio, Malafaia defende que sua empresa tem "forte cunho social" que "chegou a ser intitulada como a 2ª maior editora cristã em atuação no Brasil".    

A empresa cita perdas de R$ 104 milhões com a queda da receita entre 2015 e 2018.   

A Central Gospel tem dívidas trabalhistas de R$ 1,5 milhão.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247