Brasil

Empresa ligada a Duque comprou imóveis de R$ 12 mi

Registrada no Uruguai, a Hayley, cujo controle é atribuído ao ex-diretor da Petrobras Renato Duque, comprou 11 imóveis no Rio e em São Paulo e é suspeita de lavar dinheiro desviado no esquema da Petrobras

Brasília- DF- Brasil- 19/03/2015- Ex-diretor da Petrobras Renato Duque presta depoimento em CPI na Câmara dos Deputados (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil) (Foto: Gisele Federicce)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – Uma empresa ligada ao ex-diretor da Petrobras Renato Duque, que está preso no âmbito da Operação Lava Jato, comprou 11 imóveis no Rio de Janeiro e em São Paulo no valor de R$ 11,6 milhões, revelou a Folha de S. Paulo. A firma, chamada Hayley, é registrada no Uruguai e tem o controle atribuído a Duque.

A Polícia Federal encontrou três indícios que ligam a empresa a Duque; o delator Julio Camargo relatou ter feito depósitos de US$ 1 milhão numa conta da Hayley na Suíça para Renato Duque; o atestado de autenticidade de uma das telas do ex-diretor, comprada por R$ 400 mil, estava no nome da empresa; Duque ocupou um escritório no Rio, no nome da Hayley, durante 11 meses, sem pagar aluguel.

Duque está preso desde março acusado de ter enviado 18,7 milhões de euros da Suíça para Mônaco no final do ano passado, com o objetivo de tentar evitar o sequestro do dinheiro, que acabou sendo bloqueado. O advogado de Renato Duque, Alexandre Lopes, defende que seu cliente não tem relação com a Hayley nem com o patrimônio da empresa.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO