Empresário bolsonarista, dono da Havan diz que vai pagar defesa de agressor de deputado do PT

Luciano Hang, dono da Havan, disse que irá pagar a defesa de Gilberto Alves Júnior, preso pela PF após xingar o deputado José Guimarães (PT-CE) durante um voo com destino à Brasília

(Foto: Reprodução | Agência Câmara)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O empresário Luciano Hang, dono da rede varejista Havan, disse que irá pagar a defesa de Gilberto Alves Júnior, que foi preso pela Polícia Federal nesta semana após xingar o deputado José Guimarães (PT-CE) durante um voo com destino à Brasília. 

"Agora querem processar o Gilberto por falar umas verdades para o Zé Guimarães. Por isso coloco minha equipe jurídica à disposição para te defender, Gilberto. Você não está sozinho", escreveu Hang em suas redes sociais. 

Guimarães, que não possui nenhuma condenação na Justiça, foi xingado de “corrupto” e de “capitão cueca” pelo agressor que foi preso no momento do desembarque. Após a prisão de Gilberto, o parlamentar disse que iria acioná-lo na Justiça pelo crime de calúnia. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247