“Enquanto eu for presidente, não tem demarcação de terra indígena”, diz Bolsonaro

Em ataque aos povos indígenas, Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (16) que não fará demarcações de terras indígenas em seu mandato; “Tem locais aqui que para produzir alguma coisa, precisa desviar de algum quilombola ou terra indígena. Se eu fosse fazendeiro, não vou falar o que eu faria não, mas eu deixaria de ter dor de cabeça”, afirmou

Jair Bolsonaro e índios Wajapi, do Amapá.
Jair Bolsonaro e índios Wajapi, do Amapá. (Foto: Jair Bolsonaro e índios Wajapi)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Do Blog do Esmael - Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (16) que não fará demarcações de terras indígenas em seu mandato. Ele argumentou que as reservas existentes são suficientes.

“Tem locais aqui que para produzir alguma coisa, você não consegue, porque não pode seguir em uma linha reta para exportar ou vender, porque precisa desviar de algum quilombola ou terra indígena. Se eu fosse fazendeiro, não vou falar o que eu faria não, mas eu deixaria de ter dor de cabeça”, afirmou.

Esta fala leva a entender que o presidente está incitando a violência contra os indígenas.

Ele também disse que os índios já possuem 14% do território nacional demarcado. “Estive com os índios ontem e o que eles querem é liberdade para trabalhar, não confinamento pré-histórico”.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247