Entidades pedem intervenção e afastamento do presidente do Inep

A ação é movida pela Educafro, a Ubes (União Brasileira de Estudantes Secundaristas) e a Campanha Nacional pelo Direito à Educação

www.brasil247.com - Danilo Dupas
Danilo Dupas (Foto: TV Câmara/Reprodução)


247 - Associações ligadas à educação protocolaram na noite da quarta-feira (17) uma ação civil pública pedindo a intervenção e o afastamento imediato do presidente do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), Danilo Dupas, do cargo. 

A ação é movida pela Educafro, a Ubes (União Brasileira de Estudantes Secundaristas) e a Campanha Nacional pelo Direito à Educação, informa o UOL.

O pedido foi feito na Justiça depois das denúncias feitas por 37 servidores que pediram exoneração de seus cargos no Inep, na última semana. Alguns deles denunciaram que estariam sofrendo assédio moral e que estaria havendo interferência nas questões das provas do Enem.

Na ação, as entidades citam "gravíssima crise" no Ministério da Educação, "desencadeada pelos abusos, despreparo, inépcia e má-fé", e pedem o afastamento imediato de Dupas por um prazo de no mínimo 90 dias sob pena de multa diária de R$ 100 mil.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email