Espalha-se entre autoridades no Brasil medo de que nova cepa do coronavírus se propague a partir de Manaus

Autoridades temem que nova cepa do coronavírus se espalhe com transferência de pacientes de Manaus. Governador do Amazonas diz que não há alternativa a não ser deixar pacientes morrerem na cidade

Vista aérea de cemitério em Manaus
Vista aérea de cemitério em Manaus (Foto: REUTERS/Bruno Kelly)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Um dos temores de autoridades com a transferência de pacientes de Manaus para outros estados é a possibilidade de a nova cepa do coronavírus se espalhar com velocidade para outras regiões.

Para o governador do estado, Wilson Lima, se essa transferência não for feita os doentes vão morrer sufocados nos hospitais de Manaus. 

Autoridades do Judiciário e do Legislativo pressionam Jair Bolsonaro a tomar providências mais efetivas contra a crise, uma delas seria a transferência de pacientes para outros estados.

Nove estados listados para receber pacientes do Amazonas têm ocupação média de mais de 70% das UTIs e por isso dizem não poder receber os pacientes.

As instituições de saúde do Amazonas estão orientadas a não passarem informações para os jornalistas, informa a coluna de Mônica Bergamo.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email