'Está vindo com um mês de antecedência', diz epidemiologista sobre terceira onda da Covid-'9 no Brasil

"Essa 3ª onda está vindo antes do esperado", disse o epidemiologista Pedro Hallal, ex-reitor da Universidade Federal de Pelotas (UFPel)

Epidemiologista Pedro Hallal
Epidemiologista Pedro Hallal (Foto: Arquivo Pessoal)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Epidemiologista e ex-reitor da Universidade Federal de Pelotas (UFPel),  Pedro Hallal afirmou que o Brasil está mais próximo de uma terceira onda da Covid-19. Estava prevista para acontecer apenas no final de junho ou início de julho.

"Essa 3ª onda está vindo antes do esperado, pelo menos na minha percepção. Eu achei que ela começaria com um pouco mais de força no final de junho, começo de julho, ela está vindo com um mês de antecedência", disse Hallal em entrevista à GloboNews nessa quarta-feira (26).

"A 3ª onda tem potencial de ser devastadora se o Brasil não levá-la a sério, como aliás não levou a sério nem a primeira, nem a segunda onda. No caso do Brasil, a 3ª onda é extremamente preocupante porque a gente já parte de um patamar muito alto. O momento que está começando nós já estamos com 2 mil mortes de média móvel diária, então assim, não tem como fazer uma previsão otimista".

PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais: 

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email