Estiagem no Sul afeta 1,5 milhão de pessoas

J so 261 municpios em situao de emergncia no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina; ncleos estaduais da Defesa Civil distribuem estoque de gua para populao que depende de poos artesianos; cresce prejuzo da lavoura nos dois estados

Estiagem no Sul afeta 1,5 milhão de pessoas
Estiagem no Sul afeta 1,5 milhão de pessoas (Foto: AGÊNCIA ESTADO)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Diego Iraheta _247 - Enquanto a Região Sudeste sofre com as chuvas, o Sul do País encara uma forte estiagem. No Rio Grande do Sul, 188 municípios já decretaram situação de emergência. Um milhão de pessoas são afetadas. “A população gaúcha diz que é uma das piores secas dos últimos anos”, revela o sargento Fernando Santos Sofka, da Defesa Civil do Rio Grande do Sul. Em Santa Catarina, são 73 municípios em situação de emergência e 457 milhões de pessoas atingidas.

Um dos principais problemas em época de seca é a falta de água para o consumo. Como os poços secam no interior do Sul, aumenta o risco de desidratação. Por isso, os núcleos estaduais da Defesa Civil enviam galões e “lonas” que acondicionam água para distribuir à população das áreas afetadas. A entrega desse estoque emergencial de água depende dos pedidos de cada município à Defesa Civil do estado.

As perdas para a agricultura e pecuária também são incontáveis nos 261 municípios do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. “Sem chuva nem água nos rios, a plantação seca, o animal fica sem água. É necessário comprar ração especial para esses animais. Tem agricultor que perde tudo”, descreve o sargento Fernando Santos Sofka.

Só em SC, os prejuízos da atividade agropecuária com a estiagem ultrapassam R$ 400 milhões. As perdas ocorrem principalmente nas lavouras de milho, feijão, leite e soja. A estiagem no Sul deve se estender até o meio de fevereiro.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email