Ex-aliado, Major Olímpio diz ser mais fácil o PSL aceitar filiação de Lula que a volta de Bolsonaro

"Se alguns se submetem a serem mal tratados, desrespeitados e humilhados e se o partido quer mesmo combater a corrupção, não seria com a volta de Bolsonaro", disse o senador

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Um dos principais cabos eleitorais da Jair Bolsonaro na eleição de 2018, sendo coordenador da campanha, o senador Major Olímpio (PSL-SP) disse acreditar que a legenda não aceitará a volta dele à sigla.

"Quem disse a ele que o PSL o quer de volta? É uma reconciliação impossível e, se a maioria do PSL tiver vergonha na cara, não o aceita. Mais fácil o PSL aceitar a filiação do Lula", disse o senador à coluna de Guilherme Amado, da revista Época.

A decçaração do senador e mais uma feita por aliados muito próximos do clã Bolsonaro que se afastaram do governo se tornando adversários.

"Se alguns se submetem a serem mal tratados, desrespeitados e humilhados e se o partido quer mesmo combater a corrupção, não seria com a volta de Bolsonaro", reforça.

A declaração foi em referência à afirmação feito por Bolsonaro durante live nesta quinta-feira (13), em que diz que poderá voltar ao PSL devido à burocracia de formar um novo partido. O clã Bolsonaro tentou formalizar o registro do Aliança pelo Brasil, mas até agora não conseguiu o número mínimo de assinaturas.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247