Ex-lavajatista, Randolfe cobra demissão de Moro

Um dos mais ferrenhos defensores da Lava Jato no Congresso Nacional, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), afirmou que as revelações da Vaza Jato "demonstram claros ataques ao Estado Democrático de Direito" e defendeu que "Lula precisa ter um julgamento justo e já passa da hora do ministro Sergio Moro pedir demissão"

(Foto: Geraldo Magela/Agencia Senado)

247 - O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que foi uma dos mais ferrenhos defensores da Lava Jato no Congresso Nacional, comentou os novos trechos da Vaza Jato divulgados pela Folha de S. Paulo em parceria do o The Intercept, neste domingo (8).

"A reportagem publicada hoje pela Folha de S. Paulo traz informações graves que demonstram claros ataques ao Estado Democrático de Direito. Lula precisa ter um julgamento justo e já passa da hora do ministro Sergio Moro pedir demissão. A lei é para todos!", escreveu o senador em sua página nas redes sociais.

A frase "a lei é para todos" foi utilizada por diversas vezes pelos procuradores da Lava Jato de Curitiba para sustentar os abusos cometidos pela operação.

O editor do The Intercept, Gleen Greenwald, comentou o post do senador. "Randolfe tem sido um dos defensores mais vocais de Lata Jato. Mas como ele é um ser humano racional que forma opiniões com base em fatos, e não um ideólogo que se recusa a reconhecer fatos que contradizem suas opiniões, entendeu a corrupção mostrada pela #VazaJato desde o início", escreveu o jornalista.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247