Ex-presidente do STF diz que apoiaria candidatura de Barbosa

Ex-presidente do STF Carlos Ayres Britto disse que caso o também ex-presidente da Corte Joaquim Barbosa seja candidato à Presidência da República ele terá o seu apoio "Ele é um grande homem público, foi um grande ministro e se as coisas afunilarem para o nome dele, estarei ali para apoiar, para incentivar", disse Britto; Barbosa vem sendo cortejado por diversos partidos, mas ainda não se pronunciou sobre esta possibilidade e também não tem se posicionado como potencial pré-candidato para o pleito de 2018

Ex-presidente do STF Carlos Ayres Britto disse que caso o também ex-presidente da Corte Joaquim Barbosa seja candidato à Presidência da República ele terá o seu apoio "Ele é um grande homem público, foi um grande ministro e se as coisas afunilarem para o nome dele, estarei ali para apoiar, para incentivar", disse Britto; Barbosa vem sendo cortejado por diversos partidos, mas ainda não se pronunciou sobre esta possibilidade e também não tem se posicionado como potencial pré-candidato para o pleito de 2018
Ex-presidente do STF Carlos Ayres Britto disse que caso o também ex-presidente da Corte Joaquim Barbosa seja candidato à Presidência da República ele terá o seu apoio "Ele é um grande homem público, foi um grande ministro e se as coisas afunilarem para o nome dele, estarei ali para apoiar, para incentivar", disse Britto; Barbosa vem sendo cortejado por diversos partidos, mas ainda não se pronunciou sobre esta possibilidade e também não tem se posicionado como potencial pré-candidato para o pleito de 2018 (Foto: Paulo Emílio)

247 - O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Carlos Ayres Britto disse que caso o também ex-presidente da Corte Joaquim Barbosa seja candidato à Presidência da República ele terá o seu apoio. O ex-ministro Joaquim Barbosa vem sendo cortejado por diversos partidos, mas ainda não se pronunciou sobre esta possibilidade e também não tem se posicionado como potencial pré-candidato. "Ele é um grande homem público, foi um grande ministro e se as coisas afunilarem para o nome dele, estarei ali para apoiar, para incentivar", disse Britto ao jornal Valor Econômico.

Britto também disse ter sido procurado por partidos, como o PSB, para discutir uma eventual candidatura sua ao Planalto. "O PSB veio e conversou comigo sobre 2018", afirmou. "Mas eu, pessoalmente, não quero me candidatar a nada, a nenhum cargo público", disse. Eu quero me inserir no processo de qualificação da vida política brasileira como tenho feito, como conferencista, escritor, professor", completou.

Ele, porém, confirmou que a despeito das especulações em torno de seu nome, ele continua assessorando a ex-senadora Marina Silva (Rede), que deverá se candidatar novamente à Presidência da República em 2018. "Tenho conversado muito com Marina, não para a minha candidatura, mas para a candidatura da própria Marina e de outras pessoas", ressaltou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247