Fachin vai pedir para mudar para turma da Lava Jato no STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin deve protocolar nesta terça-feira 31 na presidência da corte um pedido para mudar da Primeira para a Segunda Turma; desta forma, Fachin passaria a ocupar a cadeira de Teori Zavascki na turma que analisa a Lava Jato e estaria habilitado a entrar no sorteio entre os cinco integrantes do colegiado que deverá definir o novo relator da Lava Jato no STF

Brasília - Ministro Edson Fachin, durante sessão do Supremo Tribunal Federal para julgar como deve ser o rito de tramitação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff no Congresso (José Cruz/Agência Brasil)
Brasília - Ministro Edson Fachin, durante sessão do Supremo Tribunal Federal para julgar como deve ser o rito de tramitação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff no Congresso (José Cruz/Agência Brasil) (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin deve protocolar nesta terça-feira 31 na presidência da corte um pedido para mudar da Primeira para a Segunda Turma.

Desta forma, Fachin passaria a ocupar a cadeira de Teori Zavascki na turma que analisa a Lava Jato e estaria habilitado a entrar no sorteio entre os cinco integrantes do colegiado que deverá definir o novo relator da Lava Jato no STF.

Quando receber seu pedido, a ministra Cármen Lúcia deverá consultar os ministros da Primeira Turma. O sorteio para decidir o novo relator da Lava Jato, que herdará todos os processos que estavam com Teori, morto em um acidente aéreo no dia 19 de janeiro), deve acontecer na quinta-feira 2.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email