Faria Lima e bilionários brasileiros tentam alavancar candidatura de Simone Tebet

Senadora do MDB ganha apoio de segmentos relevantes das classes dominantes brasileiras para a ser a candidata do 1% mais favorecido da sociedade

www.brasil247.com - Simone Tebet
Simone Tebet (Foto: Reprodução/Twitter @CentralEleicoes)


247 – Uma parcela significativa da classe dominante brasileira tenta reforçar o apoio à senadora Simone Tebet (MDB-MS), enquanto Jair Bolsonaro preserva a adesão dos ruralistas. "Com o nome de Simone Tebet (MDB-MS) praticamente definido como alternativa da terceira via, um grupo de empresários, executivos e intelectuais articula ações para impulsionar a senadora na corrida presidencial. Além de manifestos com o aval à candidatura, a estratégia envolve torná-la mais conhecida em todo o Brasil, bem como suas ideias e propostas", aponta reportagem do Estado de S. Paulo.

"Um manifesto em apoio à senadora já reuniu 3 mil nomes, que vão da indústria à Faria Lima, a exemplo de Candido Bracher, ex-presidente do Itaú Unibanco, Pedro Wongtschowski, do Grupo Ultra, e Wolff Klabin, presidente do conselho da Klabin, além de economistas de linhagem tucana, como Armínio Fraga, Eliana Cardoso e Elena Landau – líder do plano econômico de Tebet. Eles dizem ver a senadora como capaz de reunir os 'melhores nomes' para traçar políticas públicas e acalmar investidores", aponta ainda o jornal, o que demonstra que Tebet é a escolha de um segmento importante da burguesia brasileira. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email