Fazendeiro bolsonarista é acusado de tentar matar esposo de coordenadora da UFPA em Altamira

Chefe da milícia rural do Pará conhecida como “consórcio da morte”, Silvério Fernandes agrediu e ameaçou o ex-vereador da cidade, Eduardo Modesto, dentro da Seccional Urbana de Altamira, sudoeste do estado. Modesto é esposo da professora Maria Ivonete Silva, coordenadora da UFPA , que em novembro pormoveu o evento “Amazônia, Centro do Mundo”

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - Chefe da milícia de fazendeiros do Pará conhecida como “consórcio da morte”, Silvério Fernandes agrediu e ameaçou nesta terça-feira (17) o ex-vereador da cidade, Eduardo Modesto, dentro da Seccional Urbana de Altamira, sudoeste do estado. Modesto é esposo da professora Maria Ivonete Silva, coordenadora da Universidade Federal do Pará (UFPA), instuição responsável pelo evento “Amazônia, Centro do Mundo”, que ocorreu em novembro.

Segundo a denúncia, as ameaças se iniciaram dentro de um restaurante de Altamira, onde Modesto e a esposa jantavam. Acompanhado por outros membros da milícia e arma em punho, Silvério Fernandes adentrou no espaço e passou a discutir com o ex-vereador.

O casal então se dirigiu à seccional para registrar um boletim de ocorrência por ameaça, mas Modesto foi seguido pelo fazendeiro que o agarrou e o empurrou contra o chão da delegacia. O ex-vereador acabou se machucando na base de um pilar estrutural e Fernandes foi contido pelos policiais.

Leia a íntegra na Revista Fórum

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247