Fernanda Melchionna: “Parte da derrota política do bolsonarismo inclui a luta por justiça e prisão de Bolsonaro”

“É preciso ter uma agenda pós-eleição. E parte dessa agenda tem que ser a prisão de Bolsonaro e a responsabilização por seus crimes”, afirma a deputada do RS

www.brasil247.com - Fernanda Melchionna
Fernanda Melchionna (Foto: Agência Câmara)


247 - A deputada Fernanda Melchionna (PSOL-RS) afirmou durante participação no programa Giro das Onze, da TV 247, que Jair Bolsonaro “não conseguiu levar a totalidade de um programa reacionário no país porque teve resistência democrática”.

A parlamentar reafirmou a importância da unidade do campo progressista e defendeu que “é preciso ter uma agenda pós-eleição”.

“E parte dessa agenda tem que ser a prisão de Bolsonaro e a responsabilização por seus crimes”, enfatizou. “Não é menos importante tentar resolver a eleição no primeiro turno para diminuir qualquer tentativa golpista ou qualquer tentativa de deslegitimação do resultado eleitoral. Nos ajuda na luta democrática para derrotar o Bolsonaro nas urnas. Para derrotar o bolsonarismo o processo é mais longo”, acrescentou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo a deputada gaúcha, “parte da derrota política do bolsonarismo também tem a ver com a luta política por justiça e pela prisão de Bolsonaro”. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“É preciso ter uma agenda pós-eleição. E parte dessa agenda tem que ser a prisão de Bolsonaro e a responsabilização por seus crimes”. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email