Fernando Morais: "que Sergio Moro saiba, estamos todos em vigília!"

Escritor Fernando Moraes conclamou a população a ficar em estado de "vigília cívica permanente" para evitar o golpe contra o governo da presidente Dilma Rousseff. "Se em 1954 o covil da onça era a República do Galeão do Rio de Janeiro, agora é o Ministério Público de Curitiba. Desta vez não passarão. O seu juiz Sérgio Moro saiba que a partir de agora nós estamos em vigília cívica. Estamos em assembleia permanente contra o golpe", afirmou; segundo ele, o temor das elites e da oposição não está ligado diretamente a Dilma, a Lula ou ao PT." Não se trata de pessoas. O que eles temem é um projeto de nação que deu certo e que tirou 40 milhões de pessoas da miséria. É por isso que querem dar o golpe. Não vamos permitir", disse

Escritor Fernando Moraes conclamou a população a ficar em estado de "vigília cívica permanente" para evitar o golpe contra o governo da presidente Dilma Rousseff. "Se em 1954 o covil da onça era a República do Galeão do Rio de Janeiro, agora é o Ministério Público de Curitiba. Desta vez não passarão. O seu juiz Sérgio Moro saiba que a partir de agora nós estamos em vigília cívica. Estamos em assembleia permanente contra o golpe", afirmou; segundo ele, o temor das elites e da oposição não está ligado diretamente a Dilma, a Lula ou ao PT." Não se trata de pessoas. O que eles temem é um projeto de nação que deu certo e que tirou 40 milhões de pessoas da miséria. É por isso que querem dar o golpe. Não vamos permitir", disse
Escritor Fernando Moraes conclamou a população a ficar em estado de "vigília cívica permanente" para evitar o golpe contra o governo da presidente Dilma Rousseff. "Se em 1954 o covil da onça era a República do Galeão do Rio de Janeiro, agora é o Ministério Público de Curitiba. Desta vez não passarão. O seu juiz Sérgio Moro saiba que a partir de agora nós estamos em vigília cívica. Estamos em assembleia permanente contra o golpe", afirmou; segundo ele, o temor das elites e da oposição não está ligado diretamente a Dilma, a Lula ou ao PT." Não se trata de pessoas. O que eles temem é um projeto de nação que deu certo e que tirou 40 milhões de pessoas da miséria. É por isso que querem dar o golpe. Não vamos permitir", disse (Foto: Paulo Emílio)

247 - O escritor Fernando Morais conclamou a população a ficar em estado de "vigília cívica permanente" para evitar o golpe contra o governo da presidente Dilma Rousseff. "Se em 1954 o covil da onça era a República do Galeão do Rio de Janeiro, agora é o Ministério Público de Curitiba. Desta vez não passarão. O seu juiz Sérgio Moro saiba que a partir de agora nós estamos em vigília cívica. Estamos em assembleia permanente contra o golpe", disse nesta quarta-feira durante um ato Pela Legalidade Democrática, realizado no Teatro da Universidade Católica (Tuca/Puc-Usp).

"Conhecemos esta gente de há muito tempo. Desde 1945, são os mesmos de 1950, são os mesmo que levaram Getúlio (Presidente Getúlio Vargas) ao suicídio em 54, são os mesmo que tentaram impedir a posse de Juscelino Kubitscheck e tentaram dar dois golpes de estado nele. São os mesmos que tentaram impedir a posse do Jango e os mesmos que deram o golpe militar de 64. Sabemos quem são vocês. São os mesmos e os interesses são os mesmos", afirmou Morais.

Para o escritor, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tomou uma decisão acertada ao aceitar o convite para assumir a Casa Civil do governo da presidente Dilma Rousseff. "O Lula fez muito bem em aceitar o convite. Agora começou a mudar O cavalo de pau que a Dilma deu convidando o Lula para ir pro governo é o começo da virada e eles sabem disso. Eles estão nervosos. Eles estão apavorados", disse.

Segundo ele, o temor da elite e da oposição não está ligado diretamente a Dilma, a Lula ou ao PT. "Na verdade e eles não querem o PT, o Lula ou a Dilma, como também queriam o José Dirceu. Não se trata de pessoas. O que eles temem é um projeto de nação que deu certo e que tirou 40 milhões de pessoas da miséria. É por isso que querem dar o golpe. Não vamos permitir", destacou.

 

Veja aqui a íntegra do discurso de Fernando Morais contra o golpe. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247