Festeiro e amigo de celebridades, doleiro Dario Messer acumula escândalos

Desde os anos 90, o doleiro Dario Messer, considerado o maior do país e um dos mais importantes do mundo, está constantemente no noticiário e, muitas vezes, rodeado de famosos; entre as celebridades com quem Dario Messer brindou em badalações está o ex-jogador de futebol Ronaldo Nazário, o Fenômeno, que se conheceram através dos então empresários do craque, Reinaldo Pitta e Alexandre Martins; doleiro tem acúmulo de escândalos e está foragido

Desde os anos 90, o doleiro Dario Messer, considerado o maior do país e um dos mais importantes do mundo, está constantemente no noticiário e, muitas vezes, rodeado de famosos; entre as celebridades com quem Dario Messer brindou em badalações está o ex-jogador de futebol Ronaldo Nazário, o Fenômeno, que se conheceram através dos então empresários do craque, Reinaldo Pitta e Alexandre Martins; doleiro tem acúmulo de escândalos e está foragido
Desde os anos 90, o doleiro Dario Messer, considerado o maior do país e um dos mais importantes do mundo, está constantemente no noticiário e, muitas vezes, rodeado de famosos; entre as celebridades com quem Dario Messer brindou em badalações está o ex-jogador de futebol Ronaldo Nazário, o Fenômeno, que se conheceram através dos então empresários do craque, Reinaldo Pitta e Alexandre Martins; doleiro tem acúmulo de escândalos e está foragido (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Desde os anos 90, o doleiro Dario Messer, considerado o maior do país e um dos mais importantes do mundo, está constantemente no noticiário e, muitas vezes, rodeado de famosos. Entre as celebridades com quem Dario Messer brindou em badalações está o ex-jogador de futebol Ronaldo Nazário, o Fenômeno, que se conheceram através dos então empresários do craque, Reinaldo Pitta e Alexandre Martins.

Em 1998, por exemplo, Ronaldo saiu da Europa, onde jogava pela Internazionale de Milão, para inaugurar no Rio de Janeiro a boate R9, que tinha Pitta, Martins e Messer como sócios. Ronaldo afirmou não participava do negócio, batizado com sua marca, conforme relato da Folha.

Quatro anos depois, em 2002, o doleiro e o então jogador foram festejar na Rússia o pentacampeonato mundial da seleção brasileira. Posteriormente, Pitta, empresário de Ronaldo, e Martins foram presos pela Polícia Federal acusados de usar funcionários de suas empresas como laranjas em transações para enviar milhões de dólares para o exterior com a ajuda de funcionários da Receita Federal do Rio de Janeiro. Ronaldo nada tinha a ver com o caso, ainda segundo o jornal paulista.

O doleiro naturalizou-se paraguaio e mudou-se com a família para Nova Iorque (EUA). Em consequência do escândalo, conhecido como Propinoduto dos Fiscais, Dario Messer foi alvo da CPI do Banestado, que apurou um esquema de lavagem de dinheiro por meio de contas CC5, operadas via o Banco do Estado do Paraná. 

Em 2009, o doleiro foi novamente alvo da PF na Operação Sexta-Feira 13, que investigou um fluxo de mais de US$ 20 milhões em paraísos fiscais, um esquema que funcionava desde 1997. A mulher do doleiro, Rosana Messer, foi detida, mas ele não foi pego.

Na manhã desta quinta-feira (3), o juiz Marcelo Bretas, responsável pelo julgamento dos processos da Operação Lava Jato no estado do Rio de Janeiro, assinou um mandado de prisão contra Messer. Ele não foi localizado e é considerado foragido da Justiça. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247