FHC pede voto contra Jair Bolsonaro sem citar o nome de Lula

"Peço aos eleitores que votem no dia 2 de outubro em quem tem compromisso com o combate à pobreza e à desigualdade, defende direitos iguais para todos", escreveu o ex-presidente

www.brasil247.com - Fernando Henrique Cardoso
Fernando Henrique Cardoso (Foto: Reprodução/Facebook)


247 - O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) defendeu que o eleitorado brasileiro vote a favor da democracia e contra Jair Bolsonaro (PL) no primeiro turno da eleição presidencial. Ele, porém, não declarou voto na chapa encabeçada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que lidera a disputa pela chefia do Executivo Federal, de acordo com as pesquisas de intenção de voto. 

“Como é do conhecimento público, tenho idade avançada e, embora não apresente nenhum problema grave de saúde, já não tenho mais energia para participar ativamente do debate político pré-eleitoral. Peço aos eleitores que votem no dia 2 de outubro em quem tem compromisso com o combate à pobreza e à desigualdade, defende direitos iguais para todos independentemente da raça, gênero e orientação sexual, se orgulha da diversidade cultural da nação brasileira, valoriza a educação e a ciência e está empenhado na preservação de nosso patrimônio ambiental, no fortalecimento das instituições que asseguram nossas liberdades e no restabelecimento do papel histórico do Brasil no cenário internacional”, disse FHC por meio de um comunicado nas redes sociais.

Em 2018, o tucano se manteve neutro no segundo turno disputado entre Bolsonaro e Fernando Haddad (PT). Ele e Lula se reaproximaram no ano passado, quando se encontraram para discutir soluções para a crise institucional e política decorrentes dos ataques de Jair Bolsonaro à democracia e às instituições.  

 Veja a postagem do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

 

 Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email