Filho muda para apartamento que Bolsonaro garantiu ter posto à venda há um ano

Jair Renan Bolsonaro, o segundo filho mais novo do presidente da República, de 20 anos, está de mudança para um apartamento comprado no fim dos anos 90 pelo atual chefe do Planalto, na época deputado federal; há mais de um ano, Bolsonaro garantira que a propriedade estava à venda, depois de o jornal Folha de S.Paulo publicar uma reportagem indicando que ele morava em um imóvel próprio em Brasília e mesmo assim recebia da Câmara pouco mais de R$ 3 mil mensais de auxílio-moradia

www.brasil247.com - Filho muda para apartamento que Bolsonaro garantiu ter posto à venda há um ano
Filho muda para apartamento que Bolsonaro garantiu ter posto à venda há um ano (Foto: Reprodução)


247 - Segundo filho mais novo do presidente da República, Jair Bolsonaro, o jovem de 20 anos Jair Renan vai morar em um apartamento comprado no fim dos anos 90 pelo atual chefe do Planalto, na época deputado federal. Bolsonaro declarou há mais de um ano  que a propriedade estava à venda, após o jornal Folha de S.Paulo publicar uma reportagem indicando que ele morava em um imóvel próprio em Brasília e mesmo assim recebia da Câmara pouco mais de R$ 3 mil mensais de auxílio-moradia.

O imóvel foi registrado por Bolsonaro na Justiça Eleitoral no valor de aproximadamente R$ 240 mil e já foi chamado por ele de "cubículo". De acordo com o site UOL, um apartamento igual ao que pertence a Bolsonaro no prédio pode ser encontrado em sites de aluguel por valores em torno de R$ 2.900.

Em janeiro de 2018, a matéria apontou que Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e um de seus filhos, Eduardo Bolsonaro (PSC-SP), recebem dos cofres públicos R$ 6.167 por mês de auxílio-moradia mesmo tendo um imóvel em Brasília. O apartamento de dois quartos (69 m²), em nome de Jair, foi comprado no fim dos anos 90, quando ele já recebia o benefício público, mas ficou pronto no início de 2000.

Em entrevista à Folha no dia 11 de janeiro do ano passado, Bolsonaro ironizou o dinheiro do benefício como parlamentar. "Como eu estava solteiro naquela época, esse dinheiro de auxílio-moradia eu usava pra comer gente".

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email