Dino exalta ação contra supostos terroristas no Brasil

Brasileiros foram presos e outras duas pessoas alvo de pedido de prisão estão no Líbano

Flávio Dino
Flávio Dino (Foto: Vinicius Loures/Câmara dos Deputados)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, destacou nesta quarta-feira (8) que não existe motivação ideológica na Operação Trapiche, da Polícia Federal. Policiais prenderam dois brasileiros por suposta ligação com o Hezbollah e outras duas pessoas alvos de pedido de prisão estão no Líbano, país do Oriente Médio onde nasceu o grupo islâmico.

"A Polícia Federal está realizando uma investigação em torno da hipótese de uma rede terrorista buscando se instalar no Brasil. A Polícia Federal está investigando e mostrando que, neste caso, nós só temos um lado, é o lado da lei, dos compromissos internacionais que o Brasil assumiu", disse. 

continua após o anúncio

Além das duas prisões, foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão foram cumpridos nos estados de São Paulo, Minas Gerais e no Distrito Federal. Os investigados podem responder pelos crimes de constituir ou integrar organização terroristas, e de realizar atos preparatórios de terrorismo. Somadas, as penas máximas chegam a 15 anos e 6 meses de reclusão.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247