Foragida, mulher de Queiroz comparou marido a um bandido "que tá preso dando ordens aqui fora"

Mensagens reveladas pela investigação do MP do Rio de Janeiro mostram que a esposa de Fabrício Queiroz comparou o marido com um bandido "que tá preso dando ordens aqui fora, resolvendo tudo"

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Com mandado de prisão emitido desde a quinta-feira (18), Márcia Oliveira de Aguiar, mulher de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), é considerada como foragida pela polícia na investigação que apura um esquema de "rachadinha" na Alerj.

Em mensagens reveladas pela investigação do Ministério Público do Rio de Janeiro, Márcia confirmou que Queiroz continuava dando ordens mesmo escondido, ao que tudo indica, há mais de um ano em uma casa em Atibaia. A intenção, segundo ela, seria constranger testemunhas.

Ainda de acordo com mensagens, Márcia chegou a comparar o marido com um bandido "que tá preso dando ordens aqui fora, resolvendo tudo".

O conteúdo das conversas fundamentaram o pedido de prisão preventiva da mulher de Fabrício, que era funcionária do gabinete do então deputado Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), entre 2007 e 2017. No entanto, Márcia nunca teve crachá na Alerj porque se declarava como "cabeleireira”.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247