Fraude clona e zera cartões de alimentação da USP

Esquema foi descoberto em Ribeiro Preto; dinheiro depositado pela Universidade desviado para cartes falsos; funcionrios que deveriam receber R$ 510 ficam com saldo zerado; universidade confirma problemas; sodexo no comenta

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rodolfo Borges_247 – O saldo dos cartões Sodexo Pass Alimentação dos funcionários da Universidade de São Paulo (USP) tem acabado antes da hora, e não é porque os servidores da universidade estão comendo mais ou melhor. Logo depois de entrar na conta, no dia 6 de cada mês, o crédito de R$ 510,00 é debitado em nome de um estabelecimento comercial de Goiás. O grande volume de reclamações sobre falta de saldo nos cartões levou a Reitoria da universidade a suspeitar de “um grande golpe de clonagem”, que atingia apenas a cidade de Ribeirão Preto (SP) até o domingo e passou a ser identificado na capital desde segunda-feira.

Em comunicado enviado aos funcionários com instruções sobre como agir, a Escola de Comunicações e Artes (ECA/USP) diz que “´parece que o caso não envolve só os cartões dos funcionários da USP” e informa que a Sodexo “já está ciente do caso e tomando as suas medidas”. Procurada pelo Brasil 247, a empresa informou que não se manifestaria sobre o assunto.

A USP confirmou à reportagem, por meio da assessoria de imprensa, que “foram constatados casos de falta de saldo nos cartões de alimentação da Sodexo”. Segundo a universidade, os funcionários prejudicados “estão sendo orientados a entrar em contato com a empresa para solicitar o cancelamento do cartão e emissão de novo documento”. Segundo a empresa, identificado o desvio, os funcionários serão ressarcidos.

As suspeitas de clonagem nos cartões de alimentação da USP surgiram em Ribeirão Preto, onde pelo menos 50 boletins de ocorrência por estelionato foram registrados no 3º DP (Distrito Policial) da cidade, nos últimos dias 8 e 9 (quinta e sexta-feira). A delegacia registrou a clonagem no município de Valparaíso de Goiás (GO), próximo ao Distrito Federal, e a polícia suspeita que um hacker tenha copiado os dados dos cartões no sistema de uma empresa terceirizada. O dinheiro teria sido gasto em um supermercado da cidade goiana.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247