Fundações partidárias lançam manifesto por vacinação já

Diante do colapso da situação da pandemia no País, fundações de partidos progressistas brasileiros se reuniram nesta tarde para lançar o “Manifesto Vacinação Já!”. Entre as exigências do manifesto está a vacinação imediata da população e a manutenção do auxílio emergencial até o fim da pandemia

(Foto: © Rovena Rosa/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247, com Fundação Perseu Abramo - Diante do cenário de colapso do sistema de saúde em Manaus e outros municípios, da ausência total de planejamento por parte do governo federal para enfrentar a pandemia da Covid-19 - no plano do atendimento à saúde, no plano econômico e social - o Observatório da Democracia lançou nesta quarta-feira (3) o manifesto em defesa da Vacina, da vida, da democracia e do emprego.

O ato de lançamento online aconteceu nesta tarde, com retransmissão na TV 247 (assista abaixo), e participações das fundações de partidos políticos comprometidos com essas bandeiras: Fundação Astrojildo Pereira (Cidadania), Fundação Cláudio Campos, Fundação João Mangabeira (PSB), Fundação Lauro Campos/Marielle Franco (PSoL), Fundação Leonel Brizola/Alberto Pasqualini (PDT) Fundação Maurício Grabois (PCdoB) e Fundação Perseu Abramo (PT).

Clique aqui para acessar o manifesto.

No manifesto as fundações exigem a vacinação imediata da população brasileira, a manutenção do auxílio emergencial aprovado pelo Congresso Nacional até o fim da pandemia, a adoção de "uma política consequente de estímulo à retomada econômica que tenha como referência a redução da pobreza e o combate às desigualdades sociais”. Para isso, é preciso revogar imediatamente a Emenda Constitucional 95 que congelou os investimentos em saúde e educação. Essas medidas essenciais para defender a vida, a democracia e o emprego se efetivem são incompatíveis com este governo.

O manifesto destaca que a sociedade já se movimenta de forma ampla e crescente pelo impeachment de Jair Bolsonaro. Já são mais de 60 pedidos protocolados na Câmara dos Deputados, além de uma representação ao Procurador Geral da República, assinada por importantes lideranças do Ministério Público, exigindo que seja oferecida uma representação ao STF por crime de responsabilidade.

A ampla unidade das forças democráticas em torno dessa agenda é o chamamento que o Manifesto reafirma neste momento.

Inscreva-se na TV 247, seja membro e assista à íntegra do lançamento do manifesto nesta tarde:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email