Fux: "Dirceu comandou esquema de corrupção"

Campeão em omissões na publicação do acórdão completo da Ação Penal 470, ministro do STF afirmou ter provas de que o petista era o chefão do grupo; ele foi acusado por Dirceu de assédio moral em campanha para vaga do Supremo; a defesa do ex-ministro da Casa Civil dirá que houve erro em julgamento para reduzir pena

Fux: "Dirceu comandou esquema de corrupção"
Fux: "Dirceu comandou esquema de corrupção"
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Durante o julgamento do chamado mensalão, o ministro Luiz Fux se mostrou um dos principais críticos e afirmou ter provas de que ex-ministro José Dirceu comandou o grupo. Em seu voto, Fux diz que a quadrilha tinha como objetivo "um projeto de poder de longo prazo de ilicitude amazônica".

Em entrevista à Folha, Dirceu acusou Fux de assédio moral em campanha para uma vaga ao Supremo: o procurou e prometeu inocentá-lo.

Na publicação do acórdão completo da Ação Penal 470, o processo do mensalão, Fux foi um dos recordistas em supressão de trechos dos próprios votos e opiniões no registro escrito do julgamento - 518 omissões no total.

Em nota oficial, o gabinete de Luiz Fux informa que a supressão de trechos da transcrição ocorreu porque o ministro juntou votos escritos e queria evitar repetição. "O que foi proferido pelo ministro na sessão consistiu, basicamente, em um resumo dos votos escritos", explica a nota. O gabinete ainda destaca que a fala integral de Fux está disponível em áudio e vídeo.

Em sua defesa, advogados do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu (PT) vão pedir ao STF (Supremo Tribunal Federal) a redução de pena dele com base na alegação de que a corte considerou duplamente o fato de o petista ter sido apontado como chefe do esquema do mensalão.

Se conseguir reduzir a pena de 10 anos e 10 meses aplicada a Dirceu para menos de oito anos, a defesa livra o ex-ministro do cumprimento de parte dela em regime fechado.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247