"Fux é o próximo presidente do STF, tenho que começar a namorá-lo", diz Bolsonaro

Jair Bolsonaro teve um encontro com o ministro do STF, Luiz Fux, no Palácio do Planalto, nesta quarta; Bolsonaro disse que foi apenas um encontro de "aproximação", pois Fux será o próximo presidente da Corte; o ministro só deve assumir em setembro de 2020

247 - Jair Bolsonaro se reuniu na tarde desta quarta-feira (31), com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, no Palácio do Planalto. Sem divulgar a pauta, Bolsonaro se limitou a dizer que foi apenas uma conversa de aproximação, já que Fux é o próximo presidente da Corte. Mas o ministro só deve assumir em setembro de 2020.

"É o próximo presidente do STF, tenho que começar a namorá-lo a partir de agora", disse Bolsonaro rindo ao jornalistas. 

No entanto, Fux é o relator de duas ações penais em que Bolsonaro figura como réu acusado de injúria e incitação ao crime de estupro por disparar ofensas à deputada federal Maria do Rosário (PT-RS). Em fevereiro, Fux suspendeu as duas ações porque Bolsonaro assumiu a Presidência da República e a Constituição veda que o presidente em exercício seja  responsabilizado por atos anteriores ao mandato.

Antes de Bolsonaro tomar posse, Fux também se encontrou com Bolsonaro, durante a transição de governo

Recentemente o ministro do Supremo foi citado em duas conversas reveladas pela Vaza Jato. A primeira, o procurador Deltan Dallagnol informou que se reuniu com Fux e que ele teria manifestado apoio as ações da Lava Jato. O então juiz Sergio Moro disse: In Fux, we trust. A segunda, foi uma palestra em segredo feita para um grupo de banqueiros, em 2018, com o tema: Lava Jato e eleições.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247