Gastos secretos do governo se concentram na Presidência e Ministério da Justiça

Os gastos do governo federal com cartões corporativos continuam envolvidos de mistério e protegidos pelo sigilo de informação; dados disponíveis no Portal da Transparência do governo se referem até o fim de outubro e mostram que despesas protegidas pelo sigilo de informação correspondem a praticamente os mesmos 50% dos gastos de 2015; até o final de outubro, dos R$ 46,9 milhões em despesas pagas com os cartões, cerca de 23,6 milhões são secretos

Brasília, , 24/06/2011. Fachada do Palácio do Planalto. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR.
Brasília, , 24/06/2011. Fachada do Palácio do Planalto. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR. (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Os gastos do governo federal com cartões corporativos continuam envolvidos de mistério e protegidos pelo sigilo de informação. Os dados disponíveis no Portal da Transparência do governo se referem até o fim de outubro e mostram que despesas protegidas pelo sigilo de informação correspondem a praticamente os mesmos 50% dos gastos de 2015. As informações são do Estadão.

Até o final de outubro, dos R$ 46,9 milhões em despesas pagas com os cartões, cerca de 23,6 milhões são secretos. Em 2015, de um total de R$ 56,2 milhões em gastos, R$ 28 milhões têm conteúdo fechado. A grande maioria das despesas secretas se divide em órgãos subordinados à Presidência da República e ao Ministério da Justiça. O governo Temer é responsável apenas por cinco meses das despesas. O restante é do governo Dilma.

Dentro da Presidência são fartas as despesas protegidas. A Secretaria de Administração fez R$ 4,3 milhões em gastos secretos. Já a Vice-presidência outros R$ 616 mil.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email