General Villas Boas ataca Macron e diz que Brasil está sob ameaça militar

O general Eduardo Villas Boas, ex-comandante do Exército brasileiro, considerou as declarações do estadista francês como uma ameaça direta à soberania brasileira, com risco de emprego do poder militar. O general rechaçou as declarações de Macron e sua iniciativa de considerar a devastação da Amazônia brasileira uma crise internacional.

General Villas Boas 
General Villas Boas  (Foto: ABr | Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O general Eduardo Villas Boas, ex-comandante do Exército brasileiro e ainda influente entre os integrantes da ativa das Forças Armadas, considerou as declarações do estadista francês como uma ameaça direta à soberania brasileira, com risco de emprego do poder militar. 

"A questão ultrapassa os limites do aceitável na dinâmica das relações internacionais. É hora do Brasil e dos brasileiros se posicionarem firmemente diante dessas ameaças, pois é o nosso futuro, como nação, que está em jogo."  

Em seguida, disse ser necessário união em torno de quem tem "procurado trazer luz e verdade" a essas questões. 

"Com uma clareza dificilmente vista, estamos assistindo a mais um país europeu, dessa vez a França, por intermédio do seu presidente Macron, realizar ataques diretos à soberania brasileira, que inclui, objetivamente, ameaças de emprego do poder militar", escreveu o general Villas Boas em seu Twiter.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email