Gerente da Vale diz que diretoria executiva sabia dos riscos de barragem

Diretoria executiva da mineradora Vale sabia dos riscos de segurança da barragem que se rompeu em Brumadinho, no último dia 25 de janeiro, e deixou 179 mortos e 131 desaparecidos ata o momento, segundo dados oficiais; afirmação foi feita por um gerente ouvido pelo Ministério Público de Minas Gerais que teria relatado ter discutido o assunto diretamente com os superiores

Gerente da Vale diz que diretoria executiva sabia dos riscos de barragem
Gerente da Vale diz que diretoria executiva sabia dos riscos de barragem (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

247 - A diretoria executiva da mineradora Vale sabia dos riscos de segurança da barragem que se rompeu em Brumadinho, no último dia 25 de janeiro, e deixou 179 mortos e 131 desaparecidos ata o momento, segundo dados oficiais.

De acordo com a coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, em um depoimento às autoridades que investigam a tragédia-crime, um gerente da empresa teria afirmado que os diretores estavam cientes da existência de um decréscimo no nível de segurança da barragem.

No depoimento, o primeiro que cita diretamente que os diretores tinham conhecimento do problema, o gerente relatou ter discutido o assunto com superiores. Na semana passada, o Ministério Público de Minas Gerais ouviu seis pessoas, entre elas os gerentes da Joaquim Pedro de Toledo e Alexandre Campanha, que chegaram a ser presos devido a tragédia.

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247