Gianecchini: é lindo dizer #elenão nas urnas

"Aqui da Alemanha vejo claramente quão devastador foi o nazismo, que surge de ideias e discursos muito parecidos com o do candidato 17", disse o ator, que votou em trânsito; em Berlim, Fernando Haddad (PT) obteve 73,7% dos votos válidos (1.557 votos), e Jair Bolsonaro (PSL), 26,3% (557 votos); ""Vai ser lindo a gente dizer nas urnas que 'ELE NÃO'", disse ele

Gianecchini: é lindo dizer #elenão nas urnas
Gianecchini: é lindo dizer #elenão nas urnas
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ator global Reynaldo Gianecchini, mesmo em viagem a Berlim, capital da Alemanha, quis se posicionar contra o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). Ele disse que torce pela democracia e que se sentia com o coração apertado por estar longe do país em um momento tão importante.

"Reflitam bem meu povo amado, deixem o coração conduzir. Aqui da Alemanha vejo claramente quão devastador foi o nazismo, que surge de ideias e discursos muito parecidos com o do candidato 17", disse o ator, em suas redes sociais.

Em Berlim, Fernando Haddad (PT) obteve 73,7% dos votos válidos (1.557 votos), e Jair Bolsonaro (PSL), 26,3% (557 votos).

"Vai ser lindo a gente dizer nas urnas que 'ELE NÃO', e que vamos ficar atentos para que Haddad faça jus a esse voto de confiança que tantos brasileiros estão lhe dando, apesar de todos os erros do PT. Eu não sou PT, mas tive que optar em nome da unidade, do amor, do respeito, isto é, da democracia! Haddad 13", finalizou.

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247