Glauber Braga estuda ações contra entrada de militares estadunidenses na Amazônia

"Imaginem a gritaria se fossem militares cubanos", postou o deputado, em protesto contra o decreto que autoriza a entrada de militares dos EUA na Amazônia

Dep. Glauber Braga
Dep. Glauber Braga (Foto: Pablo Valadares / Câmara dos Deputados)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O deputado federal Glauber Braga (Psol-RJ) afirmou nesta quinta-feira (18) que estuda medidas contra a autorização do presidente Lula à entrada de militares dos Estados Unidos na Amazônia para um exercício conjunto.

"Estudando aqui medidas contra isso! Imaginem a gritaria se fossem militares cubanos", postou o parlamentar na rede social X, expressando seu protesto contra o decreto do presidente Lula.

continua após o anúncio

A operação "Core", estabelecida como parte de um acordo de cooperação entre os governos do Brasil e dos Estados Unidos, visa a troca de experiências e táticas de defesa. Este ano, entre 24 de outubro e 20 de novembro, militares brasileiros e americanos participarão de treinamentos nas cidades de Pará e Amapá, na região amazônica. De acordo com o Comando Militar do Norte, é a primeira vez que a cooperação militar entre os dois países será realizada nesta área sensível do território brasileiro.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247