Gleisi Hoffmann: Moro é doente e odeia Lula

Senadora e presidente do PT, Gleisi Hoffmann aborda questões referentes às fraudes cometidas no processo eleitoral e critica todo o circo jurídico-midiático para manter Lula sob cárcere; para ela, existe uma perseguição ideológica que tem como cerne criminalizar os partidos de esquerda; "O juiz Sérgio Moro tem como objetivo exterminar o Partido dos Trabalhadores; ele é doente e odeia Lula", denuncia Gleisi

Gleisi Hoffmann: Moro é doente e odeia Lula
Gleisi Hoffmann: Moro é doente e odeia Lula

247 - Em entrevista concedida a Aquias Santarém, a senadora e presidente do PT, Gleisi Hoffmann, aborda questões referentes ao processo eleitoral e critica todo o circo jurídico-midiático para manter Lula sob cárcere. Para ela, existe uma perseguição ideológica que tem como objetivo criminalizar os partidos de esquerda.  

A senadora condena o método das acusações sem provas utilizados pela operação Lava-Jato. "Veja Antônio Palocci, um homem que mentiu nas suas delações com o propósito de incriminar Lula e agora Dilma Rousseff", afirma. 

Ela denuncia que existe uma perseguição ideológica contra o PT e que o juiz Sérgio Moro tem como objetivo exterminar a sigla. "Ele é doente e odeia Lula". 

Questionada sobre os episódios das fake news disparadas contra o então candidato Fernando Haddad, que foram decisivas para o crescimento de Jair Bolsonaro nas pesquisas, Gleisi aponta que todo o processo eleitoral foi fraudulento. "Tiraram o Lula na mão grande. Esse foi o principal golpe", condena. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247