Gleisi: visita inédita do governo à CIA deve ter sido ideia do Moro

Presidente do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann, ironizou a visita fora da agenda feita nesta manhã por integrantes da comitiva brasileira em Washington, incluindo o presidente da República, Jair Bolsonaro, à sede da CIA, e disse que a ideia deve ter partido do Ministro da Justiça, Sérgio Moro, "que além de informações ao departamento de Estado também quer prestar serviços de inteligência", escreveu a ex-senadora; depois da ida à sede da CIA, Moro almoçou com integrantes de sua equipe e do FBI

Gleisi: visita inédita do governo à CIA deve ter sido ideia do Moro
Gleisi: visita inédita do governo à CIA deve ter sido ideia do Moro

247 - A presidente do Partido dos Trabalhadores, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), ironizou a visita fora da agenda feita na manhã desta segunda-feira (18) por integrantes da comitiva brasileira em Washington, incluindo o presidente da República, Jair Bolsonaro, à sede da CIA (Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos), e disse que a ideia deve ter partido do Ministro da Justiça Sérgio Moro, "que além de informações ao departamento de Estado também quer prestar serviços de inteligência", escreveu a ex-senadora.

 

Depois de ter feito a visita à sede da CIA, não divulgada na agenda do governo à imprensa, Sergio Moro foi almoçar no restaurante de carnes The Capital Grille, na avenida que leva ao Congresso americano, com integrantes de sua equipe e do FBI, equivalente à Polícia Federal brasileira.

Questionado diversas vezes sobre a visita não-oficial à CIA, agência que há anos espiona o Brasil, o Planalto apenas informou que o presidente teria uma "agenda privada". Mais tarde, o encontro foi revelado por um tuíte de Eduardo Bolsonaro: 

Participaram da visita o ministro da Justiça e Segurança, Sérgio Moro, e o deputado federal Eduardo Bolsonaro, além de Jair Bolsonaro.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247