Glenn Greenwald anuncia: hoje tem mais Vaza Jato

Após a prisão de "hackers" suspeitos de invadir o celular do ministro Sérgio Moro (Justiça), o jornalista Glenn Greenwald afirmou que a resposta do Intercept "para todas essas fofocas e distrações hoje será simples: mais reportagens desse arquivo, em conjunto com nossos parceiros e com novos"; "As ações de Moro e Deltan foram obscurecidas hoje; não será para sempre"

247 - Após a prisão de "hackers" suspeitos de invadir o celular do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, o jornalista Glenn Greenwald destacou que o site Intercept Brasil continuará publicando reportagens sobre as irregularidades na Operação Lava Jato.

"Todas as possíveis teorias da conspiração foram divulgadas hoje. Nenhuma alteração 3 pontos-chave: 1) Mesmo no Brasil de Bolsonaro, as evidências são necessárias para provar crimes; hashtags e tweets bazófia de Moro não são suficientes", escreveu Greenwald no Twitter.

"2) O jornalismo mais importante é freqüentemente feito com fontes que ilegalmente obtêm informações (veja 'Papéis do Pentágono') e todas as maneiras pelas quais jornalistas revelaram crimes de guerra nos EUA durante o Vietnã, Watergate e a Guerra ao Terror", continua.

"3) Nada muda as impropriedades de Moro e Deltan. Nossa resposta para todas essas fofocas e distrações hoje será simples: mais reportagens desse arquivo, em conjunto com nossos parceiros e com novos. As ações de Moro e Deltan foram obscurecidas hoje; não será para sempre", acrescenta.

O líder dos "hackers" de Araraquara/Ribeirão Preto presos pela Polícia Federal, Walter Delgatti Neto, disse ter sido responsável pela invasão dos celulares de Sergio Moro, Deltan Dallagnol e outras autoridades (confira aqui).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247