Glenn ironiza: “Subserviência de Bolsonaro é reservada exclusivamente aos EUA”

O jornalista Glenn Greenwald, ironizou Jair Bolsonaro, após o presidente responder a chanceler Angela Merkel, afirmando que o Brasil não será subserviente a nenhum país; “Merkel precisa entender: a subserviência de Bolsonaro é reservada exclusivamente para os Estados Unidos”, disse Greenwald

(Foto: Câmara | PR)

247 - O jornalista Glenn Greenwald, um dos fundadores do site The Intercept Brasil, responsável pela Vaza Jato, ironizou nesta quinta-feira (27) Jair Bolsonaro, após o presidente responder a chanceler Angela Merkel, afirmando que o Brasil não será subserviente a nenhum país. A declaração de Bolsonaro foi concedida a jornalistas no G20, em Osaka, no Japão.

“Merkel precisa entender: a subserviência de Bolsonaro é reservada exclusivamente para os Estados Unidos”, disse Greenwald no Twitter.

A chanceler alemã, Angela Merkel, afirmou que está preocupada com o posicionamento de Bolsonaro sobre o meio ambiente.

Bolsonaro afirmou que o Brasil não terá, como já fez no passado, uma relação de subserviência com qualquer país. 

“Nós temos exemplo para dar para a Alemanha sobre o meio ambiente. A indústria deles continua sendo de carvão e a nossa, não”, disse ele  ao chegar ao hotel St. Regis, no centro de Osaka, onde estará hospedado pelos próximos três dias. “O presidente do Brasil que está aqui não é como os anteriores, que vieram aqui (G20) para serem advertidos. A situação aqui é de respeito para com o Brasil”.

O fato é que o presidente brasileiro está cada vez mais isolado. Além de Merkel, O presidente francês, Emmanuel Macron, afirmou nesta quinta-feira que não assinará acordo comercial com o Brasil caso Bolsonaro saia do acordo climático de Paris, ameaçando colocar em risco os trabalhos de negociações comerciais entre UE e Mercosul (veja aqui).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247