Gleisi: STF não fez Justiça, mas Moro permanece no banco dos réus

Em vídeo nas redes sociais, a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann afirma que o STF não cumpriu o seu dever de fazer justiça, pois "lula continuará esperando ilegamente preso"; para o líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta, é preciso intensificar as mobilizações pela liberdade de Lula

Gleisi: condenação de Lula precisa ser anulada
Gleisi: condenação de Lula precisa ser anulada

247 - A presidenta nacional do PT, a deputada Gleisi Hoffmann (PR), considerou que a decisão do Supremo Tribunal Federal de manter o ex-presidente Lula preso e adiar o julgamento "não fez Justiça".  

"Essa decisão não fez Justiça, porque Lula continuará esperando ilegalmente preso. Mas Sérgio Moro permanece no banco dos réus e são cada vez mais fortes às evidências de seus crimes. Ele que deve explicações", afirma a deputada.

O líder da bancada do partido, o deputado Paulo Pimenta (RS), defendeu que é preciso intensificar a moblização pela liberdade do ex-presidente. "Essa mobilização será fundamental para que em agosto o Lula possa obter a sua liberdade", enfatizou.

Para Wadith Damous, que foi deputado e ex-presidente da OAB do Rio de Janeiro, a decisão de hoje foi apenas um vitória adiada. "O resultao foi ruim, mas se dá num patamar inteiramente diferente", destacou o advogado, lembrando que os advogados puderam exercer o direito de fesa, o que vinha sendo negado em outras instâncias.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247