Globo fecha com Lava Jato e celebra prisão de Temer

Embora tenha apoiado o golpe de 2016, que derrubou a presidente honesta Dilma Rousseff e colocou Michel Temer, corrupto há décadas, no poder, e tenha apoiado as políticas econômicas de seu governo, a Globo, dos irmãos Marinho, celebrou a prisão do ex-presidente; com editorial publicado no jornal e em seus portais de notícia, a Globo sinaliza que está fechada com a Lava Jato, na guerra da força-tarefa contra o STF e setores do Congresso

Globo fecha com Lava Jato e celebra prisão de Temer
Globo fecha com Lava Jato e celebra prisão de Temer

247 - Embora tenha apoiado o golpe de 2016, que derrubou a presidente honesta Dilma Rousseff e colocou Michel Temer, corrupto há décadas, no poder, e tenha apoiado as políticas econômicas de seu governo, a Globo, dos irmãos Marinho, celebrou a prisão do ex-presidente; com editorial publicado no jornal e em seus portais de notícia, a Globo sinaliza que está fechada com a Lava Jato, na guerra da força-tarefa contra o STF e setores do Congresso

O editorial destaca que a prisão de Temer "coloca o Brasil mais uma vez em destaque no combate à corrupção, porque agora há dois ex-chefes do Executivo Federal detidos. Lula e Temer. Isso não acontece sempre em um país no estado democrático de direito".

O Globo comenta ainda sobre o fato de que o ex-presidente foi preso numa operação que encarcerou muitas outras pessoas: "Assim como acontece com Cabral e Lula, Michel Temer não é alvo isolado: mandados foram expedidos para São Paulo, Rio, Porto Alegre e Brasília. Um deles, para o ex-ministro Moreira Franco, que assumiu cargos no primeiro escalão do governo anterior".

O editorial conclui repercutindo a ameaça da Lava Jato contra o mundo jurídico e político: "A exibição de força da Lava-Jato parece um alerta aos que desejam conter a devassa por que passam políticos e empresários próximos do poder".

Leia a íntegra

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247