Governador do Pará, Helder Barbalho é alvo de busca em operação da PF sobre compra de respiradores

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (10) uma operação com o objetivo apurar supostas fraudes na compra de respiradores pulmonares pelo governo do Pará no combate ao coronavírus. Um dos alvos de busca é o governador Helder Barbalho (MDB)

Helder Barbalho
Helder Barbalho (Foto: Agência Pará | Reprodução/Polícia Federal do Pará)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (10) uma operação com o objetivo de apurar supostas fraudes na compra de respiradores pulmonares pelo governo do Pará no combate ao coronavírus. Um dos alvos de busca é o governador Helder Barbalho (MDB), além de sócios da empresa investigada e servidores públicos estaduais são investigados. As investigações apontaram que a organização ligada a este empresário foi favorecida com uma contratação milionária e o pagamento foi feito de forma antecipada, no valor de R$ 4,2 milhões.

De acordo com indícios levantados pela Procuradoria-Geral da República, o chefe do Executivo estadual é próximo do empresário responsável pela concretização do negócio. Também sabia da divergência dos produtos comprados e da carga de ventiladores pulmonares inadequados para o tratamento da Covid-19 entregue ao estado. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247