Governadores aliados de Bolsonaro vetam carta contra ameaças à democracia

Governadores Romeu Zema (Novo-MG), Ronaldo Caiado (DEM-GO) e Carlos Moisés (PSL-SC) se posicionaram de forma contrária à divulgação de uma carta suprapartidária em defesa da democracia e das instituições

Wellington Dias fala em reunião com governadores
Wellington Dias fala em reunião com governadores (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Governadores aliados de Jair Bolsonaro vetaram nesta segunda-feira (20), em reunião do Fórum de Governadores, a divulgação de uma carta suprapartidária conjunta contra as ameaças à democracia e ao Supremo Tribunal Federal (STF) feitas pelo chefe do Executivo. 

De acordo com reportagem do jornalista Bernardo Mello Franco, de O Globo,  a proposta “foi bombardeada pelos governadores Romeu Zema (Novo-MG), Ronaldo Caiado (DEM-GO) e Carlos Moisés (PSL-SC)”. “Os três pretendem concorrer à reeleição em 2022 com apoio do presidente”, ressalta. 

A versão original do documento havia sido elaborada pelo coordenador do Fórum de Governadores e governador do Piauí, Wellington Dias (PT-PI), e contava com apoio dos gestores estaduais de São Paulo, João Doria (PSDB), e do Rio Grande do Sul,  Eduardo Leite (PSDB), que pretendem disputar o pleito presidencial do próximo ano. 

PUBLICIDADE

Durante o encontro, os  governadores de oposição alertaram para o risco de bolsonarização das polícias estaduais. Doria lembrou que exonerou o chefe do Comando de Policiamento do Interior-7 da Polícia Militar, coronel Aleksander Lacerda, por indisciplina. O coronel vinha utilizando as redes sociais para incitar a tropa a participar das manifestações em apoio a Bolsonaro e contra as instituições marcadas para o dia Sete de Setembro. 

Segundo Mello Franco, “a maioria dos governadores se mostrou disposta a repetir a atitude do tucano em seus estados''.

PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais: 

 

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email