Governadores exigem que Bolsonaro incorpore vacina chinesa ao SUS

Governadores de estados se reúnem virtualmente nesta terça-feira (20) com o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello. Pelo menos 14 deles já confirmaram presença e vão pressionar o governo federal a incorporar a vacina chinesa ao SUS

Vacina de Covid-19: Jair Bolsonaro e João Doria
Vacina de Covid-19: Jair Bolsonaro e João Doria (Foto: Agência Brasil | Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Governadores estaduais vão pressionar o governo Federal a incorporar a vacina chinesa ao programa de imunização do SUS, em reunião virtual com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. 

A vacina chinesa está sendo produzida em parceria com o Instituto Butantan. 

Pelo menos 14 governantes já tinham confirmado presença em reunião virtual com o titular da pasta, que ocorre às 15 horas, informa a coluna da jornalista Mônica Bergamo na Folha de S.Paulo.

O governo de Jair Bolsonaro não quer incorporar a vacina chinesa ao SUL por considerar que se trata de um trunfo eleitoral do governador de São Paulo, João Doria. 

Nesta segunda-feira, Jair Bolsonaro criticou publicamente o governador de São Paulo pelo seu empenho em garantir a obrigatoriedade da vacinação no Brasil. E disse que já decidiu que a vacinação contra a Covid-19 não será obrigatória

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247