CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

Governo articula aprovação do Marco Civil da internet

Planalto quer acelerar aprovação da nova lei da rede mundial de computadores no Senado para até esta quarta-feira, quando Dilma participa em São Paulo de conferência internacional sobre internet; presidente quer levar o Marco Civil ao evento como "marca" de sua gestão no setor

Imagem Thumbnail
Planalto quer acelerar aprovação da nova lei da rede mundial de computadores no Senado para até esta quarta-feira, quando Dilma participa em São Paulo de conferência internacional sobre internet; presidente quer levar o Marco Civil ao evento como "marca" de sua gestão no setor (Foto: Valter Lima)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Por orientação do Planalto, aliados da presidente Dilma Rousseff tentam acelerar a votação no Senado do projeto que cria o Marco Civil da Internet. A estratégia é aprovar o texto até quarta-feira, quando Dilma participa em São Paulo de conferência internacional sobre internet. A presidente quer levar o Marco Civil ao evento como "marca" de sua gestão no setor.

Dilma, porém, corre o risco de ter suas pretensões frustradas, já que alguns senadores se recusam a acelerar a votação sob o argumento de que é preciso discutir o texto. A base governista articula para levar a matéria diretamente ao plenário, sem seguir a tramitação normal, que prevê antes a apreciação por três comissões do Senado.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Caso a estratégia naufrague, outra saída seria votar o Marco Civil simultaneamente nas três comissões até terça-feira, o que viabilizaria sua aprovação pelo plenário no mesmo dia. Ainda não há acordo com a oposição. No cenário traçado pelo Planalto, os senadores não irão modificar o texto aprovado pela Câmara --qualquer alteração no conteúdo obrigaria o seu retorno para nova votação dos deputados.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO