Governo Bolsonaro vai montar base para comprar armas, munições e equipamentos de segurança nos EUA

O governo de Jair Bolsonaro vai montar uma base nos Estados Unidos para adquirir armas, munições e outros equipamentos de segurança. A implementação do plano caberá ao Ministério da Justiça

Ministro da Justiça, André Mendonça, e Jair Bolsonaro
Ministro da Justiça, André Mendonça, e Jair Bolsonaro (Foto: Marcello Casal Jr - Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Ministério da Justiça vai abrir um escritório em Washington voltado para compra de equipamentos de segurança pública, armas, munições, uniformes e veículos de transporte. A portaria que vai viabilizar o escritório está em trâmite final.

O plano do governo indica a simbiose dos interesses securitários de Bolsonaro com os Estados Unidos. 

Inicialmente serão mandados aos Estados Unidos pelo governo integrantes de uma missão temporária para tocar um projeto piloto.

O Ministério da Justiça cogitou ter um escritório fixo nos EUA e chegou a colocar uma portaria no papel com esse formato, mas o ministro André Mendonça optou por fazer um teste antes de criar uma estrutura definitiva, informa a jornalista Bela Megale em O Globo. 

O projeto é uma demanda antiga da Polícia Federal, sob a alegação de que poderá ter uma economia de mais de 40% em relação às aquisições feitas hoje no Brasil. O escritório temporário contará com representantes da PF, do Ministério da Justiça e da Polícia Rodoviária Federal, outra parceira no projeto.

Além de comprar materiais de segurança para esses órgãos, o ministério fará aquisições para forças policiais dos estados. O escritório também vai prospectar cursos de capacitação no exterior para brasileiros, com foco na área de segurança.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email