Governo cortará impostos de planos de saúde

De olho na inflação, equipe de Dilma negocia com as empresas um aumento mais modesto em 2013, em troca de desonerações

Governo cortará impostos de planos de saúde
Governo cortará impostos de planos de saúde
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O governo elegeu como próximo alvo contra a inflação os planos de saúde. Segundo o Globo, técnicos estão negociando com as empresas um aumento mais modesto em 2013, em troca de desonerações.

No ano passado, o reajuste dos planos autorizado pela Agência Nacional de Saúde (ANS) foi de 7,93%, bem acima da inflação de 6,50% registrada em 2011. O novo percentual incidirá sobre os contratos de 8,4 milhões de brasileiros, que representam 17,6% do total de beneficiários no país.

Até então, o corte desses impostos dividia o Governo, uma vez que o valor arrecado com esses tributos financiam, de forma indireta, o Sistema Único de Saúde (SUS).

No planos coletivos, que atendem mais de 80% dos usuários, a negociação se dá caso a caso, entre operadoras e contratantes.

Uma eventual desoneração dos planos de saúde terá impacto principalmente para os idosos, que hoje desembolsam 7,81% da renda para este fim, segundo o Índice de Preços ao Consumidor da Terceira Idade (IPC-3i) da FGV.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email