Governo estuda criar "bolsa caminhoneiro" para conter variações no preço dos combustíveis

A medida restituiria aos caminhoneiros o valor equivalente ao PIS/Cofins e dependeria dos quilômetros rodados e quantidade de combustível consumida. Outros no governo defendem a criação de um fundo para compensar as flutuações nos preços

(Foto: Ueslei Marcelino/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governo Bolsonaro estuda criar um "voucher para caminhoneiros", que, quando o preço do combustível aumentasse, restituiria à classe o valor equivalente ao PIS/Cofins, que incidem sobre a receita bruta da pessoa jurídica.

A medida variaria dependendo dos quilômetros rodados e do consumo de combustível. 

A informação foi reportada na Folha de S.Paulo.

Também existe a possibilidade da criação de um fundo para compensar as flutuações nos preços. Esta medida é defendida pelo vice-presidente, Hamilton Mourão.

"Na minha visão, a solução para isso é se a gente conseguisse criar um fundo soberano com base nos royalties do petróleo, e este recurso, quando houvesse essas flutuações, fosse usado para amortecer os aumentos. Não tem outra solução fora disso aí", disse Mourão nesta segunda-feira (22).

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email