Governo federal bate recorde de corrupção em plena Lava Jato

Um levantamento da Controladoria Geral da União (CGU) aponta que o motivo principal da demissão de 142 funcionários do governo federal no primeiro trimestre deste ano foi corrupção: 89 deles foram afastados por usar os cargos para proveito pessoal, receber propinas ou causar prejuízos ao erário; um recorde desde 2003, quando a pesquisa começou a ser feita

Um levantamento da Controladoria Geral da União (CGU) aponta que o motivo principal da demissão de 142 funcionários do governo federal no primeiro trimestre deste ano foi corrupção: 89 deles foram afastados por usar os cargos para proveito pessoal, receber propinas ou causar prejuízos ao erário; um recorde desde 2003, quando a pesquisa começou a ser feita
Um levantamento da Controladoria Geral da União (CGU) aponta que o motivo principal da demissão de 142 funcionários do governo federal no primeiro trimestre deste ano foi corrupção: 89 deles foram afastados por usar os cargos para proveito pessoal, receber propinas ou causar prejuízos ao erário; um recorde desde 2003, quando a pesquisa começou a ser feita (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Um levantamento da Controladoria Geral da União (CGU) aponta que o motivo principal da demissão de 142 funcionários do governo federal no primeiro trimestre deste ano foi corrupção: 89 deles foram afastados por usar os cargos para proveito pessoal, receber propinas ou causar prejuízos ao erário. Um recorde desde 2003, quando a pesquisa começou a ser feita. 

De acordo com as estatísticas, 72 servidores foram expulsos apenas em março, o que representa quase o dobro do número de penalidades registradas na comparação com o mesmo período de 2017. Em todos os casos, as condutas irregulares ficaram comprovadas após Processo Administrativo Disciplinar.

Relatos da Coluna do Estadão

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247